Comfort Club

Notícias

A trajetória do AME Club em seus 365 dias de vida

Spread the love

AME Club estreou com a missão de ser a casa oficial da cena underground brasileira, dentro de um complexo de entretenimento em Valinhos, São Paulo, ao lado dos irmãos gigantes Laroc Club e Folk Valley. Com capacidade para aproximadamente três mil pessoas, em pouco tempo a casa já tem firmado seu status inovador (com luzes, muitos lasers, bolhas de sabão e performers obscuros, diga-se de passagem), provando sua força com um sistema de som impecável e clima intimista. Para comemorar o aniversário de um ano da casa que esgota ingressos há dois meses consecutivos, duas atrações internacionais foram confirmadas para o dia 02 de novembro: ARTBAT e Adriatique. 

Conheça a trajetória

A inauguração do AME Club no dia 17 de novembro de 2018 apresentou ninguém menos que o holandês Joris Voorn em uma noite especial de opening party. Em seguida, em dezembro, a casa se uniu à vários DJs nacionais para uma causa nobre, a luta contra o câncer, com o tema “Unity” com Junior_C. 

Em janeiro de 2019, a primeira abertura do ano contou com o italiano Marco Carola. No mês seguinte, foi a vez do brasileiro Victor Ruiz e o irlandês Matador. Já no início de março, a casa se uniu ao seu irmão mais velho, o Laroc Club, para promover o AME Laroc Festival, que durante três dias de carnaval permitiu ao público acesso as duas casas, trazendo ao palco do AME gigantes da cena, como Seth Troxler, CamelPhat, Hot Since 82, Dubfire e D-Nox. Ainda no mesmo mês, rolou uma supernoite com Pete Tong e Bushwacka.

Em maio, o club recebeu o dinamarquês Kölsch para um super long set que até hoje é comentado pelos seus frequentadores. E no mês seguinte, as mulheres tomaram conta do ambiente, deixando claro o comprometimento da AME em dar visibilidade à cena feminina na música eletrônica. O comando ficou com Nastia e Daria Kolosova que fizeram um B2B de respeito, além da co-headliner brasileira Blancah.

Em julho, com apresentação do alemão Patrice Baumel, surgiu uma novidade no AME Club: o after oficial, feito na parte de trás do clube, somente para um número reduzido de pessoas. A entrada era exclusiva para aqueles que comprassem os ingressos para a noite no lote promocional. O resultado foi um sucesso e o clube resolveu adotar essa ação como fixa. Desta forma, em agosto, ocorreu o primeiro sold out da casa, que apresentava três co-headliners: os gringos wAFF e BONDI, e o brasileiro Gabe, com after até às 07 da manhã. 

Depois de inúmeros pedidos, com recorde de público, a abertura de outubro ficou por conta do mascarado Claptone. E finalmente, em novembro, para comemorar o aniversário de um ano do club mais revolucionário na cena underground brasileira, os headliners são ARTBAT e Adriatique, com afterhours confirmado até às 07h, ainda escalando Coppola, Felipe Callado, Mascaro, Mees Salomé e Silvio Soul. Uma dica: a previsão é de sold out, portanto não demore para adquirir seu ingresso. Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: