Sexta, dia 19 de março as 19 horas é a volta do programa Comfort Indamix e melhor não seria com um super set da Curol.

Ela será uma das Djs residentes da programação. Inicialmente ela estará apresentando todas as sextas um set para iniciar o seu final de semana. E em breve ela trará novidades na programação. Não deixe de seguir a Curol e a Comfort Club nas redes sociais para ficar por dentro de tudo.

Sobre Curol

Carolina Ribeiro, mais conhecida como Curol, tem 31 anos e é de Belo Horizonte, formada em gestão financeira, fundou em 2010 a CB Fotografia, e foi trabalhando nesse mercado de música eletrônica que expandiu seu network, entrou para a produção musical e vem chamando atenção.

Violonista, guitarrista, fotógrafa, DJ e apaixonada por percussões afro latinas, groove com influências tribais e harmonias tropicais , Curol vem absorvendo e vivenciando os vários ciclos e nichos do cenário musical desde 2003. Dedicada a explorar todo o seu potencial cultural, seu som incorpora elementos de tech e progressive house com afro, tribal e MPB de maneira inovadora.

Em 2019 alcançou a posição 84 no Top Djanes Brasil e em 2020 a posição 35, venceu o contest da festa Fresh em Juiz de Fora e se apresentou em 2 stages do Universo Paralelo (Chill out e Tortuga ).

 

A mistura do afro/tribal com instrumentos orgânicos e um toque de música brasileira mostram sua identidade e traz notáveis marcos em lançamentos de 2020.

 

Lançou 1873 que recebeu reviews de canais como Housemag, DJMAG BR, Eletrovibez, por ter sido um desafio recebido pela cerveja Beck’s. A faixa produzida com elementos de percussão reciclados de latas e garrafas de cerveja, serviu de inspiração para o DJ e produtor Vintage Culture dar continuidade à campanha Unlock The Beat, recém chegada ao Brasil.

 

Resgatando a pluralidade sonora de suas referências e conduzindo uma junção entre estilos favoritos pelo mundo, Curol lançou a faixa Make Some Magic, pela conceituada gravadora inglesa Kingdom Kome Cuts que foi incluída em um V.A da mesma e alcançou 4 diferentes charts no Beatport – #24 Electro House, #66 Dance, #17 Future House, #23 Big Room.

Não parou por aí, o período de quarentena foi muito produtivo e ela emplacou duas faixas pelo selo HUB Records, com distribuição da Sony Music Brasil – “Freedom” em parceria com Ciclame, e “Mais forte” em parceria com o Hudow – essa última escolhida através de um contest lançado pelo Jord para fazer parte do V.A do artista, sendo a única mulher entre os 10 escolhidos.

Representando o time de mulheres ativamente na sociedade, Curol faz parte do V.A idealizado pela Ciclo Records, um álbum contendo apenas músicas de mais 8 djs mulheres no qual 100% da monetização dos plays são revertidos em arrecadação para o Hospital do Câncer de Barretos em campanha ao Outubro Rosa.

Lançou “Marinheiro Só” com Pirate Snake pelo selo Revuelta Records, selo do italiano Jude & Frank, um tech house mesclado com tribal house, a música ganhou suportes de grandes artistas internacionais como Don Diablo e Blasterjaxx.

 

Recentemente lançou “Abô” pela gravadora boliviana Subliminal Senses, que entrou e subiu para posição 31 no chart top 100 de Afro House do Traxsource.

 

Deixe um comentário

CAPTCHA
Change the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code
 

Free website traffic