Comfort Club

Notícias

BRASLIVE NA RMC 2017

Spread the love

O jovem empresário Guilherme Tannenbaum, de 25 anos, diretor executivo da Braslive, uma das maiores empresas de gerenciamento de artistas da música eletrônica do Brasil, brilhou na sua palestra, que aconteceu durante a edição 2017 do RMC (Rio Music Conference), no último dia 15, na sala Mauá, do Museu de Arte do Rio (MAR).

 

O local estava lotado no painel comandado por ele, Como planejar uma carreira de sucesso”. Guilherme teve como convidados especiais, o seu sócio, Luis Delgado, além de dois artistas agenciados pela Braslive e que são considerados grandes promessas do gênero: Ricci, que estará na próxima edição do Lollapalooza e recentemente fez parceria com o renomado Vintage Culture, e Andy Bianchini, que teve a sua track “Puzzles”, em menos de oito meses, com um alcance de mais de cinco milhões de ouvintes no canal Spotify, e foi trilha de um snapchat do badalado holandês Martin Garrix. Ele acabou de lançar a música “High Hopes”, em parceria com o cantor belga Yves Paquet. O debate foi mediado por Victor Flosi, do site Play EDM.

 

Essa foi a terceira vez que o empresário participou do RMC, mas agora com um painel montado pela Braslive junto com a organização do evento.

 

Guilherme Tannenbaum, que curte música desde a infância, tocou piano, aos sete anos com o pai, estudou produção musical e se interessou pelo lado dos negócios na área. Desde então, não parou mais. Fundou a Braslive Entertainment, em 2010, e se formou na Full Sail University, na Flórida, em Negócios de Entretenimento. Atualmente, gerencia a carreira dos principais DJs brasileiros, como o duo Felguk, que acaba de lançar uma parceria inédita com a cantora Vanessa da Mata. Além disso, já teve no seu casting, o mineiro FTampa, o primeiro brasileiro a tocar no palco principal do Tomorrowland Bélgica, um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo.

 

Segundo Guilherme, para trabalhar e se firmar na área, precisa, principalmente, ter um ótimo planejamento musical. “A música é a parte mais importante do projeto. Sem ela, não tem como fazer o resto. O primeiro passo é o artista se planejar e ter uma agenda de lançamentos consistente”, completa o empresário, natural da cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

 

O Rio Music Conference é o encontro da música eletrônica e do entretenimento e será realizado até o dia 28 de fevereiro, no Rio. Além das palestras, acontecem workshops, o VI Prêmio RMC e o festival de encerramento, Rio Music Carnival, na Marina da Glória.

 

%d blogueiros gostam disto: