Comfort Club

Notícias

Novo EP de Axel Thesleff é uma viagem audiovisual

Spread the love

O músico e produtor finlandês Axel Thesleff lançou em novembro seu novo EP audiovisual “Two Worlds”. Composto por 5 faixas, o material apresenta vídeos para todas as músicas, e já acumula mais de 1 milhão e 500 mil acessos somados apenas no YouTube. A parte auditiva do projeto é uma imersão a diversas culturas, sendo evidenciada a indiana. Através de um ponto de vista profundo e singular, as músicas se complementam e criam uma onda única de emoções e energias impactantes. O material audiovisual é uma viagem para diferentes universos reais que através da música se unem, e os personagens apresentados nos vídeos das faixas “Akasha”, ‘Salomon”, “Eco”, “Cascade” e “Dunya” têm seus destinos costurados ao final do curta. Questões da psique humana são levantadas e demonstradas num trabalho que teve 1 seu desenvolvimento, criação e gravação ao longo dos dois últimos anos. Metáforas visuais são criadas através do amplo trabalho de sound design desenvolvido pessoalmente por Axel. A diversidade musical e cultural se unificam ao longo que abordagens melódicas profundas se fortalecem.

“O EP (especialmente a versão audiovisual) aborda temas que são muito atuais para os tempos em que nos encontramos. Ele lida com as dificuldades que as pessoas enfrentam em suas próprias mentes e com a falta de significado e propósito do ser humano moderno. Ele também aborda questões como materialidade, espiritualidade e a natureza ilusória do ego”, afirma Axel Thesleff.

Assista | Two Worlds (Audiovisual EP):


Ouça | Two Worlds (Áudio EP): https://goo.gl/qEfwrs

• SOBRE:

Axel Thesleff é um artista e músico multi-instrumentista finlandês que com a sua música causa ao público questionamentos sobre a vida, sejam eles no coletivo ou em questões particulares. Com uma insaciável preocupação social, Axel possui formação acadêmica em música e desde seus 9 anos se viu envolvido em aprender a tocar diferentes instrumentos musicais e tal aperfeiçoamento o possibilita sempre criar peças que o representam artisticamente. Sua ampla curiosidade em relação às demais culturas presentes no mundo o integra no ponto de vista referencial. Em “Bad Karma”, lançada em 2016 ele quis apresentar aos seus ouvintes que bens pessoais nem sempre agregam na vida e essa mensagem foi alcançada por milhares de pessoas, visto que somente no Spotify são pouco mais de 30 milhões de plays.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: