Comfort Club

Notícias

Popload Festival anuncia line up completo para sua edição 2014

Spread the love

Apresentado por Heineken, o POPLOAD FESTIVAL traz também Cat Power e 2ManyDJs, que se juntam na escalação a Lumineers, Beirut, Tame Impala, Metronomy e Icona Pop, entre outras atrações a ocuparem o Audio Club nos dias 28 e 29 de novembro


Imagem: Cat Power – Crédito: Divulgação

São Paulo, setembro de 2014 – POPLOAD FESTIVAL anuncia mais e definitivas atrações para sua segunda edição. O festival divulga seu line-up final e traz ao fim de semana de 28 e 29 de novembro um total de 15 atrações entre bandas nacionais e internacionais. Entre os novos nomes confirmados estão a cantora americana Cat Power, a dupla belga 2ManyDJsPaul Collins, da banda Beirut, fazendo DJ set e os brasileiros Rodrigo Amarante e Marcelo Geneci.

Sexta-feira, dia 28, ganhou mais três atrações: Cat Power, que vem ao Brasil para show solo dentro do festival, o músico Rodrigo Amarante, também apresentando seu novo trabalho e DJ set do músico Paul Collins, que além de ser baixista da banda Beirut, é colecionador de vinis, tem sua própria banda, Soft Landing, e é DJ nas (poucas) horas vagas. Collins engrossa o line-up mais “dançante” do dia, que ainda tem as suecas do Icona Pop e os curitibanos do Fatnotronic. A parte psicodélica da noite é responsabilidade do Tame Impala, acompanhado dos também australianos do Pond e ainda pela revelação brasileira Boogarins, de Goiânia.

Já o sábado, dia 29, ganha o reforço de duas grandes atrações: 2ManyDJs, dupla formada pelos irmãos belgas Stephen e David Dewaele (também conhecidos como Soulwax), famosos por terem revolucionado a música eletrônica com seus “bootlegs” e o multinstrumentista paulistano Marcelo Jeneci, que se juntam a outros nomes como The LumineersBeirutMetronomyMixhellNepal.

Apresentado pela Heineken, o POPLOAD FESTIVAL acontece dias 28 e 29 de novembro em São Paulo, no Audio Club (Av. Francisco Matarazzo, 694, Barra Funda). Ingressos à venda por meio do site: www.poploadfestival.com, no Cine Joia (Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade) ou no Riviera Bar (Av. Paulista, 2584 – Consolação).

Tame Impala
Com apenas dois discos lançados (“Innerspeaker” de 2010 e “Lonerism”, de 2012), o Tame Impala conseguiu se tornar uma das maiores influências das bandas “neoviajantes” da atualidade. Os australianos retornam ao país pela terceira vez, mas agora com tamanho e postura de headliner de festival. Desde que a banda surgiu, em 2007, não parou de rodar o mundo em turnês com ingressos esgotados. O grupo se define como “rock psicodélico, melódico e com groove hipnótico” e é liderado pelo vocalista e guitarrista (e gênio) Kevin Parker. É ele quem escreve, toca quase todos os instrumentos, grava e mixa a maior parte das músicas sozinho, em casa.

Pond
Pond divide com o Tame Impala não só a cidade natal (Perth, Austrália) e o estilo musical, mas também, alguns de seus integrantes. Incluindo o vocalista Nick Allbrook, que deixou a banda maior e mais famosa no ano passado para se dedicar exclusivamente a este projeto. Mais “alternativo”, o Pond funciona quase que como um “coletivo”, com amigos músicos que se juntam para jam sessions psicodélicas e se agregam ao grupo a cada álbum. E a produção é acelerada: desde 2009 já lançaram cinco discos! “Man, It Feels Like Space Again” (o nome diz tudo), sexto disco do grupo, deve sair no segundo semestre. Foi um dos shows mais elogiados entre as dezenas de atrações do recente Primavera Sound, em Barcelona.

Boogarins
Vem de Goiânia a boa surpresa psicodélica Boogarins, banda com vocais em português que representam uma certa atualização dos Mutantes para os dias de hoje. Surgidos no ano passado e já com uma enorme turnê americana e europeia no currículo, o Boogarins fechou contrato com o selo indie americano Other Music Recording para lançar no exterior o disco de estreia do grupo, “As Plantas Que Curam”.

The Lumineers
The Lumineers conquistou uma legião de fãs brasileiros depois da música “Ho Hey” ter entrado para a trilha da novela “Sangue Bom”, da Globo. O disco “The Lumineers”, de 2012, estreou em segundo lugar na lista da Billboard, levando a banda a ser indicada ao Grammy deste mesmo ano. Em tempo recorde, a banda passou dos palcos de (pequenos) bares folk de Denver para posição de destaque em festivais. Tanto a já citada “Ho Hey” quanto “Stubborn Love”, do mesmo álbum, foram as músicas mais executadas (e compartilhadas!) em serviços de streaming no ano passado.

Beirut
Antes de ser uma banda, Beirut era só Zach Condon. Assim como Kevin Parker, do Tame Impala, Condon é o típico gênio auto-didata: “Gulag Orkestar”, primeiro disco de 2006, foi gravado por ele, em seu quarto. Só depois foi completado com a ajuda de outros músicos, que futuramente passaram a acompanhá-lo nas apresentações ao vivo. A banda, até então “indie”, caiu no gosto do público brasileiro quando sua música “Elephant Gun”, de 2007, foi trilha da minissérie “Capitu”. O sucesso foi tamanho que deu origem ao movimento “Beirutando”, no qual fãs brasileiros cantavam e tocavam músicas do grupo pelas ruas, registrando em vídeo e publicando na internet. Beirut lançou três álbuns e o último, “The Rip Tide”, foi inspirado na turnê da banda pelo Brasil, em 2009.

Metronomy
Nos últimos anos, a banda inglesa passou do eletrônico instrumental ao indie-pop dançante, com vocais, conquistando as pistas. Lançou quatro discos, sendo “The English Riviera” (2011) o mais popular até hoje. O deliciosos “Love Letters”, álbum lançado em março deste ano, tem recebido críticas excelentes e deve aparecer em todas as (futuras) listas de melhores de 2014. O diretor cult Michel Gondry dirigiu o primeiro vídeo desse novo trabalho, para a música título do CD. No mês passado, o Metronomy fez duas noites esgotadas em Nova York.

Icona Pop
Direto de Estocolmo, Caroline Hjelt e Aino Jawo, as duas garotas do Icona Pop, com suas influências no electro house, punk e indie pop estouraram com o hit “I Love It”, presente em seu álbum de 2012 “This is… Icona Pop”, elogiado por NME, The Guardian, Rolling Stone e Pitchfork, que bombardeou pistas de todo o mundo e foi tema de comercial da Coca-Cola, jogo de videogame e séries de TV como “Glee”, “Girls” e “The Vampire Diaries”.

Cat Power
Suas apresentações ao vivo são sempre intensas, com Chan Marshall desconstruindo suas músicas em versões únicas. A cantora está prestes a comemorar vinte anos de carreira. Seu primeiro disco, “Dear Sir”, saiu em 1995. Em 2012, lançou seu nono álbum, “Sun”, elogiado pelas baladas sensíveis com batidas eletrônicas. Recentemente, lançou a música “I Wish I Was Here” com o grupo inglês Coldplay, para o filme homônimo dirigido por Zach Braff. Ativista, Marshall tem feito inúmeras campanhas através de seus perfis nas redes sociais, posicionando-se contras casos de injustiça racial e social. No mês passado, fez um show beneficente em apoio a manifestantes de Ferguson.

Rodrigo Amarante
Amarante foi revelado como guitarrista e compositor do Los Hermanos, um dos grupos de rock brasileiros mais influentes dos anos 00. Quando o quarteto carioca se desfez, em 2007, passou a se dedicar a novos projetos, como a banda brasileira Orquestra Imperial e o grupo americano com músicas-de-verão Little Joy, além de uma longa parceria com Devendra Banhart, com quem compôs e gravou (ele chegou a fazer parte da banda que acompanhou Devendra durante o Popload Gig, em novembro). No ano passado, lançou “Cavalo”, seu primeiro disco solo. “Nada em vão” entrou na lista de “melhores músicas de 2014 até agora” da NPR Music. Segundo a NPR, “Amarante merece estar na lista por ser um artista brasileiro ignorando a bossa nova e o samba para fazer uma balada indie e melancólica, em português, com um solo de sax no meio que te faz parar e sorrir”. O músico se apresentará acompanhado de sua banda americana, em uma formação que ainda não passou pelo país e que acaba de voltar de turnês bem sucedidas pelos EUA e pela Europa, com shows esgotados!

2ManyDJs
Pode-se dizer que os Dewaele praticamente inventaram o mash-up. Além dos projetos paralelos e da interminável lista de remixes para outros artistas, os irmãos passaram dois anos desenvolvendo o app Radio Soulwax, que toca remixes de 24h (com vídeo!). Desde o sucesso de “As Heard on Radio Soulwax Pt. 2”, de 2002, eleito disco do ano pelo The New York Times, não pararam de excursionar. Como Soulwax, lançaram seis discos e mais um está a caminho, possivelmente para 2014. Suas animadas apresentações ao vivo vão do prog ao rock, do funky ao R&B, do techno ao hip hop.

Marcelo Jeneci
Suas influências vão do forró ao lisérgico, de Dominguinhos (de quem ganhou sua primeira sanfona!) a Tame Impala, sem o menor estranhamento. Antes músico das bandas de turnês de cantores como Chico Cesar, Arnaldo Antunes e Vanessa da Mata, Jeneci lançou seu elogiado disco de estreia, “Feito pra acabar”, em 2010. Nos quatro anos seguintes, não parou mais: shows concorridíssimos, músicas em trilhas sonoras de novelas da Globo, shows-guerrilha em praças pela cidade e milhões de views no YouTube. No ano passado, lançou o segundo disco, “De Graça”, no qual ele mostra também o seu lado compositor. Ao vivo, Jeneci se reveza entre a sanfona e os teclados e tem a companhia da cantora Laura Lavieri, que divide com ele os vocais.

Sobre POPLOAD FESTIVAL
Criado em 2013, a partir das edições do Popload Gig, o selo que traz bandas internacionais para tocar no Brasil desde 2009, a primeira edição do Popload Festival aconteceu em outubro de 2013, em São Paulo, e teve The XX como atração principal. Pelo Popload Gig, já passaram artistas internacionais como Feist, The Breeders, Daniel Johnston, Grizzly Bear, Primal Scream, LCD Soundsystem, The Rapture, The Kills, Metronomy, Friendly Fires, Tame Impala, Devendra Banhart, Solange e of Montreal. Silva, Aldo, Kassin, Copacabana Club, The Twelves e Holger são alguns dos nomes brasileiros que já se apresentaram em edições do Popload Gig. Popload Festival e Popload Gig são idealizados pela Popload (site do jornalista Lúcio Ribeiro) e realizados pela Squat International (empresa de booking de Paola Wescher), ambas as marcas fazem parte da Beltrano Musical.

Serviço 
Heineken apresenta POPLOAD FESTIVAL 2014:
Dias: 28 e 29 de novembro de 2014
Horário de abertura das portas: dia 28 às 18h e dia 29 às 17h
Início dos shows: dia 28 às 20h e dia 29 às 19h
Local: Audio Club
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694 – Barra Funda, São Paulo – SP
Censura: 18 anos
LINE UP:
28/11, sexta-feira: Tame Impala, Cat Power, Icona Pop, Pond, Rodrigo Amarante, Boogarins, Fatnotronic e DJ Set Paul Collins (Beirut)
29/11, sábado: The Lumineers, Metronomy, Beirut, 2manydjs, Marcelo Jeneci, Mixhell e Nepal

INGRESSOS:
Pelo site: www.poploadfestival.com

Ponto de venda:

Cine Joia – Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade, de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h. Telefone: (11) 3101-1305

Riviera Bar – AV. Paulista, 2584 – Consolação. Ingressos disponíveis no caixa durante o horário de funcionamento.

Informações sobre ingressos: leila@giftstop.com.br – Tel.: 11-94650-2501

Dia 28 de Novembro:
Pista: R$ 230,00 (meia-entrada) / R$ 460,00 (inteira)
Camarote: R$ 320,00 (meia-entrada) / R$ 640,00 (inteira)

Dia 29 de Novembro:
Pista: R$ 230,00 (meia-entrada) / R$ 460,00 (inteira)
Camarote: R$ 320,00 (meia-entrada) / R$ 640,00 (inteira)

Passe dia 28 e 29 de Novembro:
Pista: R$ 360,00 (meia-entrada) / R$ 720,00 (inteira)
Camarote: R$ 550,00 (meia-entrada) / R$ 1.100,00 (inteira)

%d blogueiros gostam disto: