Line up do S.U.B – Shut Up it´s Bass será formado por artistas nacionais e internacionais de destaque do chamado future beat, entre eles, Flying Lotus e Tropkilazz 

São Paulo, agosto de 2014 – O S.U.B – Shut Up it´s Bass, festival dedicado ao que há de mais quente e ousado na bass music mundial, vai reunir os principais nomes dessa cena musical pela primeira vez no Brasil. O evento acontece no Áudio Club, nos dias 02 e 03 de outubro, com apresentações do produtor americano Flying Lotus, Tropkilazz, duo de produtores formados por Zegon e Laudz, Soul One (Coletivo Metanol), Dubstrong, as cantoras Jessy Lanza e Kelela, CESRV, Kingdom, Party Flavor, Trusty e Kode9, idealizador do selo Hyperdub que em 2014 comemora 10 anos e tornou-se referência no movimento mundial de bass music, com uma grande lista de artistas.

Os ingressos estarão à venda a partir de segunda-feira, 25, e o primeiro lote custa R$ 60,00 (meia entrada) e R$120,00 (inteira) e há ingressos promocionais para os dois dias por R$ 96,00 (meia) e R$ 192,00 (inteira).

 O festival tem a proposta de valorizar DJs e produtores/ beatmakers que acreditam em novas formas de se fazer e pensar a música a partir das raízes da bass music, termo que abrange diferentes vertentes da música eletrônica como o drum and bass, dubstep, trap, bassline e UK garage, com estética costurada pelo house, techno e hip hop, além do uso de samples. O “termômetro” que dá direção a essa sonoridade marcada pelo grave, com batidas pesadas e desconstruídas pelo uso habilidoso dos recursos de equipamentos eletrônicos.

 O amplo leque de estilos sob a alcunha da bass music e o talento cada vez maior de artistas nacionais e internacionais, bem como o reconhecimento de rádios, festivais e sites em todo o globo dão o tom para a primeira edição do S.U.B – Shut Up it´s Bass aqui em São Paulo. Todas as atrações têm em comum uma nova maneira de olhar para a música eletrônica e é isso o que vem sendo chamado de “future beat”. A proposta do S.U.B. é realizar um evento com os nomes atuais e importantes dos diversos estilos musicais, dessa nova batida urbana, que passa por house, trap, hip hop e outros gêneros. É também uma oportunidade para ver aquele produtor, DJ ou beatmaker que você admira ou presenciar a performance de um artista até então desconhecido, mas que irá te surpreender ao vivo”, declara Coy Freitas, curador do festival.

Entre as tendências que despontam dentro desta nova cena estão as profusões de live acts, apresentações quase sempre autorais que não necessariamente usam picapes, mas sim equipamentos eletrônicos; a discotecagem/ turntablism, com a valorização do DJ habilidoso que sabe discotecar com dois discos e duas agulhas; e os selos musicais dessa vertente, que embora ainda não sejam tão grandiosos quanto os estrangeiros, no Brasil, já produzem fortemente e, aos poucos, conquistam a confiança do público.

Line Up
Na primeira noite do festival, o destaque fica para Flying Lotus, um dos expoentes dessa nova vertente eletrônica, que acaba de anunciar seu próximo disco, “You´re Dead”, tão aguardado e comentado pela imprensa especializada – Pitchfork, Rolling Stone e The Independent – com participações de Snoop Dogg, Herbie Hancock e Kendrick Lamar. Outras atrações da noite são Soul One, Jessy Lanza, CESRV e Kode9. Já no dia 03 de outubro, o grande show da noite fica fica por conta da dupla nacional Tropkilazz, formada por Zegon e Laudz, que recentemente emplacou o remix da música “Hide”, do projeto N.A.S.A, também de Zegon, no intervalo do Super Bowl. Trusty, Kelea, Kingdom, Party Flavor e Dubstrong completam o line up do segundo dia.

Conheça abaixo as atrações:
02 de outubro, quinta-feira
Flying Lotus 


Crédito:

Nascido em Los Angeles, na Califórnia, FlyLo, como é chamado pela crítica e os fãs, é rapper e produtor musical e responsável pelas faixas tocadas durante a programação do canal Cartoon Network. Em seu currículo, além de quatro discos lançados, o primeiro intitulado “1983” (2006), ano de seu nascimento, ele reúne parcerias com Erykah Badu, Thom Yorke (integrante do Radiohead) e Mia Doi Todd, e foi incluído na lista dos melhores discos de 2012 com “Until de Quiet Comes”, pelo jornal The Guardian e pelo Stereogum, conceituado blog de música independente alternativa, existente desde 2002.

FlyLo chega ao Brasil poucos dias após o lançamento de seu próximo álbum, “You´re Dead”. Com 19 faixas, o rapper já anunciou que o disco terá participações especiais de Kendrick Lamar, Snoop Dog e Herbie Hancock. Considerado um dos principais produtores musicaIS americanos, ele já esteve no Brasil em outras duas ocasiões, mas esse será o primeiro show no Brasil com Layer3, sistema tecnológico em 3D criado para usar várias camadas de projeções, assinado por Strangeloop e Timeboy, colaboradores de longa data da gravadora Brainfeeder.
https://soundcloud.com/flyinglotus

Jessy Lanza


Crédito: divulgação

“Pull My Hair Back” é o nome do disco de estreia da cantora, compositora e produtora canadense Jessy Lanza, lançado em 2013 pelo selo Hyperdub, do Reino Unido, e foi o ponto de partida para SEU reconhecimento Na imprensa mundial. Co-escrito e co-produzido pelo também canadense Jeremy Greenspan, do duo Junior Boys, o álbum traz uma cantora com voz vibrante, seduzida pelos sintetizadores e que passeia pela linha tênue entre o futurismo frio e a doçura do R&B.

Jessy revela que o processo de criação de suas músicas sempre parte do sampler de bateria e, aos poucos, ela complementa com dosagens de acordes e melodias. Com influências de Miss Eliot e Timberland, a artista antecipa que seu próximo álbum, “Hipster Ratcunt”, com previsão de lançamento até o fim de 2014, manterá as raízes do R&B.
https://soundcloud.com/hyperdub/jessy-lanza-move-closer

Soul One


Crédito: Carla Arakaki

Thiago SalvionI é o nome de batismo do DJ e produtor Soul One, que começou a discotecar aos 16 anos e, em 2002, foi indicado ao prêmio DJ Revelação pelapremiação Melhores da Noite Ilustrada, da jornalista Erika Palomino (ex-Folha de São Paulo).

Desde 2009 é conhecido por Soul One, codinome criado para o projeto de música eletrônica quebrada e experimental. Atualmente, divide seu tempo entre produção, discotecagem e live P.A., além de fazer parte do selo Beatwise e do Coletivo Metanol – projeto que tem como objetivo principal divulgar e disseminar a nova cena eletrônica a partir da rádio online Metanol FM e das festas Metanol na Rua, entre outros projetos. Em 2013, lançou o segundo disco solo, “Pulso”, trazendo à tona uma dualidade rítmica particular, tingida de certa melancolia e obscuridade, passeando pelo hip hop, house e cloud rap.
https://soundcloud.com/soul-one
http://soul-one.bandcamp.com/

CESRV


Crédito: Divulgação

Fundador do Beatwise Records, selo criado em 2012 com foco na produção de música instrumental experimental e suas variações, que já conta com mais de 10 discos lançados, CESRV começou a trabalhar como produtor em 2006 e se tornou parte ativa na crescente cena de beat music paulistana.

Atualmente, é responsável pela gravação e produção de diversas bandas nacionais e projetos na cidade de São Paulo e, de 2013 a 2014, lançou dois projetos musicais: o disco “One Thousand Sleepless Nights”, o terceiro de sua carreira pelo seu próprio selo e que mescla soul brasileiro com groove e sintetizadores; e a mixtape “K7 Mixtape”, em parceria com o Projeto Nave.
http://beatwiserecordings.net
http://soundcloud.com/cesrv

Kode9


Crédito: Maximilian Montgomery

Steve Goodman aka Kode9 é considerado um dos responsáveis pela difusão do dubstep no Reino Unido. Com dois álbuns de estúdio e duas mixtapes, o DJ também é o nome por trás do Hyperdub, selo musical especializado em dubstep e vertentes da música eletrônica, criado em 2004, no Reino Unido. A gravadora também tem um programa musical mensal, apresentado por Kode9, na Rinse FM, importante rádio deste segmento musical.

Nome importante da música eletrônica, ele é presença confirmada nos principais festivais ao redor do mundo, entre eles, Sónar, Coachella, Glastonbury e Ursound, além de festas na Austrália, África do Sul, Nova Zelândia e América do Norte.
http://www.kode9.com/

03 de outubro, sexta-feira

Tropkilazz


Crédito: Lost Art

O projeto musical formado pelos DJs e produtores Zegon e Laudz é um dos maiores representantes do trap brasileiro fora do país, com turnês pela Rússia, Leste Europeu e Estados Unidos. O som da dupla passeia por estilos como hip hop, electro e house somados a samples latinos, clássicos da old school e diversos outros gêneros, criando o que eles chamam de “trap music tupiniquim”.

Com mais de 50 faixas lançadas, incluindo uma mixtape com outras 20 inéditas e trilhas para filmes, comerciais e video game, o duo já tem mais de sete milhões de plays na conta oficial. Em 2013, o Tropkillaz foi eleito o sexto melhor duo de trap music pelo site “Run the Trap”.
https://soundcloud.com/tropkillaz

Trusty


Crédito: divulgação

DJ e produtor formado pelo instituto IAV em produção e sound design, envolvido na cena musical desde o começo dos anos 2000. Seus sets carregam uma influência dos mais variados estilos de beats assim como trap, breaks, edits e groove.

Trusty é um dos idealizadores das festas Colab 011, Girls on Deck, Sound Proof Lazzy e Break a Leg e já se apresentou por três anos consecutivos no festival Red Bull Three3style Stylle. Além disso, já discotecou ao lado de grandes nomes de referência, entre eles, Áfrika Bambaataa, Maceo (De La Soul), Machinedrum, DJ Rashad, Trentemoller, Pilooski e muitos outros.

Kelela


Crédito: Nate Walton

Elogiada por ícones da música feminina como Beyoncé, Solange Knowles e Björk, Kelela é apontada como uma das grandes artistas promissoras do futuro do R&B. Nascida em Washington, mas criada em Los Angeles, ela nunca teve aulas formais de vocal, mas suas experimentações de diferentes estilos fizeram com que encontrasse a verdadeira identidade musical, preenchendo a lacuna entre o R&B e a cultura underground. No começo da carreira, cantou em bares até começar a fazer aulas de violino e, mais tarde, entrar para uma banda de indie em parceria com o namorado, o guitarrista Tosin Abasi.

O trabalho vocal somado ao abuso de sonoridades experimentais de R&B foram os elementos fundamentais para que a mixtape de estreia “Cut 4 Me”, lançada em 2013 pelo selo Fade to Mind, ganhasse destaque na imprensa especializada.Com turnês e participação nos principais festivais, a cantora se prepara para o lançamento do primeiro álbum, ainda sem previsão de lançamento, mas que terá a participação de parceiros como Hudson Mohawke e Bok Bok.
https://soundcloud.com/kelelam

Dubstrong


Crédito: Divulgação

Dubstrong faz parte da cena musical desde 2002 como integrante do projeto “Chocolate”. Nessa época, foi indicado ao prêmio Noite Ilustrada (do jornal ”Folha de S.Paulo’) como melhor DJ de black music e beats. Em 2005, foi eleito um dos ‘DJs do Ano’ por indicação de júri especializado do ‘Guia da Folha’, e em 2009, indicado a ‘melhor DJ do Brasil’ pela revista DJ Mag Brasil. Nos anos de 2010 e 2013 se sagrou campeão da etapa de Sao Paulo do ‘Red Bull Thre3Style’, campeonato de DJs mundialmente reconhecido focado na pista de dança e mistura de estilos.

Dubstrong não é DJ de um estilo só. Quem escolhe sua pista para dançar entra em uma viagem de hip hop, funk, soul, breakbeats e bass tudo amarrado por uma forte influência do dub e dancehall jamaicano. É um verdadeiro passeio tanto pelas últimas tendências da música de pista, com experiência de discotecagem em festas em Nova Iorque, San Francisco e Los Angeles, quanto pelas suas raízes, que ele faz questão de manter.
http://www.soundcloud.com/dubstrong

Kingdom


Crédito: Hires2

DJ Kingdom, de Los Angeles, é apaixonado por R&B e hip hop, bases fundamentais para seus remixes, samples e experimentações. Entre 2006 e 2008, lançou duas mixtapes, mas foi com o lançamento do EP “Mind Reader”, de 2010, que começou a ganhar notoriedade e chamar atenção da imprensa especializada.

Dono do selo Fade to Mind, que abriga nomes interessantes da cena underground, como o duo Nguzunguzu, Total Freedom, o DJ Bok Bok e Girl Unit, Kingdom saiu de Los Angeles para Londres e uma temporada Nova Iorque, adicionando à bagagem gêneros como UK garage, jungles, rave music e música instrumental.
https://soundcloud.com/kkingdomm

Party Favor


Crédito: divulgação

Dylan Ragland tornou-se Party Favor em 2011 quando começou a explorar as inúmerasvertentes da música eletrônica. Em pouco tempo, viu o seu primeiro EP, lançado pelo selo Beatport, ser considerado um sucesso pela imprensa especializada.

Party Favor é nome confirmado nas principais festas que acontecem nos Estados Unidos, principalmente em Los Angeles, cidade em que nasceu, além de festivais como o Coachella e o SXSW. Seu trabalho autoral tem sido elogiado e apoiado por grandes ícones da cena, entre eles, Tropkillaz, Diplo e Skrillex. Integrante da gravadora holandesa Spinnin Records, o DJ se prepara para o lançamento de um trabalho oficial.
http://www.partyfavormusic.com/bio/

Skol apresenta Shut Up it´s Bass Festival @ Áudio Club
Dias: 02 e 03 de outubro
Abertura da casa: 22h
Line up:
03 de outubro: Soul One, Jessy Lanza, CESRV, Flying Lotus e Kode9
04 de outubro: Trusty, Kingdom, Kelela, Party Favor, Tropkilazz e Dubstrong.
Valores:
Primeiro lote: R$60,00 (meia entrada) e R$120,00 (inteira)
Passaporte primeiro lote (2 dias)  –  R$ 96,00 (meia) e R$192,00
Censura: 18 anos
Estacionamento: não
Venda de ingressos: www.ticket360.com.br (pontos de venda informados no site)
Vendas no Audio entre 11h e 14h e 15h e 18h30.
Realização: Áudio, Chocolate e Grupo8ito PLAY

Audio
Av. Francisco Matarazzo, 694 – Barra Funda
Censura: 18 anos
Estacionamento: não
Capacidade: Três mil pessoas
www.audiosp.com.br

Deixe um comentário

CAPTCHA
Change the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code
 

Free website traffic