Skullwell, um dos produtores mais jovens em ascendência na cena eletrônica mundial, junto ao duo italiano de House Progressivo, Promise Land, se lançou no dia 18 de maio, mais um hit: “Feel my Body”. A música ganhou como habitat a gravadora holandesa Doorn, uma das subgravadoras da gigante Spinnin’ Records, comandada por Sander von Doorn que não só agregou a música em sua label, mas também é um dos grandes reverberadores dela, assim como Afrojack, Blasterjaxx, Fedde le Grand, Hardwell e Martin Garrix, antes mesmo do lançamento.

Além da celebração pela conquista da label e os suportes de peso, a música já compõe o Top 7 (chegando a atingir o terceiro lugar) do Trending Tracks — gerado pelos 50 maiores rádios shows do mundo. Também ganhou um clipe gravado em Detroit, nos Estados Unidos, que conta com a dançarina de Shuffle Brooke Klimek, filmado por Audriana Kline e editado por Filipe Teles.

Essa parceria de êxito não é novidade, já que em outubro do ano passado, o produtor brasuca lançou em colaboração com o duo a faixa “My my my”, pela Hexagon Records de Don Diablo. Assim, Skullwell se tornou o primeiro artista brasileiro a integrar a label e, de quebra, a música ainda entrou para o “The Magical 500” do Tomorrowland, uma votação que o festival promove para escolher as 500 melhores músicas do ano (que são integradas em uma playlist), feito conquistado por apenas 9 brasileiros.

Pedro é o rapaz de 21 anos que por trás do alter-ego artístico Skullwell, dia após dia ocupa — astuciosamente — o seu lugar ao brilhante Sol que é a indústria da música eletrônica. Não à toa, coleciona passagens por palcos como Green Valley, P12, El Fortin, Park Art e XXXperience; além de lançamentos pela Sony Music e a incrível Bunny Tiger de Sharam Jey. Além de proeminentes conquistas, o jovem produtor que foi envolvido pela música há 10 anos, há três meses tornou-se empresário em consequência do nascimento de sua label fundada ao lado de Leandro da Silva, a Tomorrowbeats.

:

:

 

Site

Redes sociais: FacebookInstagramSoundcloudTwitter e YouTube.

Deixe um comentário

CAPTCHA
Change the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code